Infor e IDC divulgam maior pesquisa sobre o futuro da Manufatura Discreta

Share
Satisfação do Cliente e Excelência Operacional emergem como principal iniciativa para eliminar a complexidade e impulsionar a rentabilidade nas empresas

Set 02, 2010

Acabam de ser publicados os primeiros resultados do documento que aborda uma das maiores pesqusias globais sobre manufatura discreta. Os dados foram coletados pela IDC Manufacturing Insights, e apoiada pela Infor (http://brasil.infor.com) e IBM. O aumento na complexidade é um dos maiores desafios que citam os 722 entrevistados. São eles líderes dos mercados automotivo, metalúrgico, mecânica industrial e eletrônica de alta tecnologia, em todo o mundo. Destes, 52,8% declaram que suas operações são consideravelmente mais complexas do que cinco anos atrás.

Notícia
* O documento é resultado da maior pesquisa global do setor de manufatura discreta, realizada entre CEOs, COOs e CFOs de todo o mundo, incluindo países como Brasil, Inglaterra, EUA, Alemanha, França, Japão, China e Benelux (organização econômica Européia).
* Os setores de alta tecnologia e automotivos são os que relataram maior completixade em seus processos, segundo 55,2% e 56,1%, respectivamente.
* As maiores preocupações dos líderes do setor são: baixar custos e aumentar a rentabilidade. Porém, para que isso aconteça, eles acreditam que o trabalho em busca da satisfação do cliente é uma das iniciativas mais importantes. A constatação marca uma mudança significativa em relação às prioridades desse mercado, que durante a crise econômica mundial, em 2009, esteve totalmente focada no corte de gastos.
* A pesquisa revela diferenças consideráveis entre as iniciativas chaves de cada país para combater a recessão. Na Europa Ocidental, EUA e Brasil, por exemplo, a aplicação da estratégia conservadora de fabricação de produtos de base, já consolidados no mercado, ao contrário da China e Japão, onde a inovação e o desenvolvimento de novos produtos e serviços são focos, e denotam uma estratégia muito mais agressiva e expansionista.
* Os gastos com matéria prima são apontados como barreiras para a indústria de metalurgia, um dos setores mais expostos aos custos voláteis e flutuantes do aço e da borracha.
* Outra constatação é que, para os mercados automotivo e hi-tech, tradicionalmente orientados ao cliente, o mais importante é atingir as metas de receita.
* Questionados sobre o que esperam melhorar nos próximos anos, os entrevistados foram pragmáticos ao dizer que querem conseguir se planejar melhor, inclusive com relação à previsão de demanda.
* Segundo eles, as maiores barreiras para alcançar a excelência operacional são: falta de conhecimento, pouca agilidade dos negócios e o difícil acesso a informação em tempo hábil. Porém, isso também varia de país para país. Para a Alemanha a principal dificuldade é trabalhar em colaboração com os fornecedores. Para os franceses é a falta de fundos e, também, a incapacidade para prever a demanda do cliente. Na China a preocupação está voltada para os sistemas de TI, muitas vezes considerados ineficazes e inadequados. Para o Brasil, o problema está na gestão da cadeia de fornecedores.
* Os líderes de manufatura citam a melhora na tomada de decisões como o principal benefício dos investimentos em ERP. Porém, CEOs e CIOs mostram-se divergentes com relação às prioridades do investimento em software e falta de alinhamento para a estratégia coporativa de TI.


O que diz a IDC Manufacturing Insights
“O aumento da concorrência, globalização, proliferação e a cadeia de fornecedores são as razões pelas quais a complexidade dos negócios nesse setor aumentou. Impulsionado pela crise financeira global, esse mercado vem enfrentando mudanças significativas nos últimos 18 meses. O que vemos hoje é uma alteração em relação à suas prioridades: a relação e a retenção do cliente é tão importante quanto o corte nos custos e a rentabilidade”, explica Pierfrancesco Manenti, diretor de pesquisa do IDC Manufacturing Insights.
O que diz a Infor?
Para o diretor de marketing das soluções Infor, Andrew Kinder, “a fidelização dos clientes é fundamental para superar a crise. Contudo, as empresas precisam ultrapassar as barreiras criadas pelo excesso de complexidade, a fim de tornarem-se mais ágeis. Por isso, é fundamental: informação em tempo real, investimento e alinhamento para as estratégias de TI – proporcionando uma melhora significativa das tomadas de decisões, rentabilidade, eficiência e satisfação do cliente”.

Press contacts

Media contacts - Americas

Dan Barnhardt
U.S.A. and Canada
Phone:+1 646 336 1731
Email:dan.barnhardt@infor.com

Claudia Vazquez
Latin America
Phone:+54 11 4010 8079
Email:claudia.vazquez@infor.com

Media contacts - Europe, Middle East and Africa

Richard Moore
United Kingdom, Europe,
Middle East and Africa
Phone:+44 121 615 8189
Email:richard.moore@infor.com

Media contacts - Asia

Phyllis Tan
Phone:+65 9799 9133
Email:phyllis.tan@infor.com

Industry analyst contact

Sharon Sulc
Phone:+1 614 537 6634
Email:sharon.sulc@infor.com

Specialized by industry.
Engineered for speed.
© Direitos autorais 2017. Infor. Todos os direitos reservados.